terça-feira, 26 de agosto de 2014

Marina vence Dilma no segundo turno diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta Dilma Rousseff (PT) com 34% das intenções de voto para presidente da República e Marina Silva (PSB), com 29%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 19%, seguido de Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL), com 1% cada. Os outros seis candidatos somados acumulam 1%.
O levantamento indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a ex-senadora teria 45% e a atual presidente, que tenta a reeleição, 36%.
Encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo", a pesquisa é a primeira do Ibope com Marina Silva como candidata do PSB. No levantamento anterior do instituto, divulgado no último dia 7, o candidato do partido ainda era Eduardo Campos, que morreu em acidente aéreo no último 13. Naquela pesquisa, Dilma tinha 38%; Aécio  Neves (PSDB), 23%; e Eduardo  Campos (PSB), 9%.
De acordo com a pesquisa desta terça-feira, 7% dos entrevistados disseram não saber em quem votar e 8% responderam que votarão em branco ou nulo. Na pesquisa anterior, os que responderam não saber em quem votar eram 13% e brancos e nulos, 11%.
O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 175 municípios entre os últimos sábado (23) e segunda-feira (25). O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00428/2014.
Confira abaixo os números na modalidade estimulada da pesquisa (em que o pesquisador apresenta ao entrevistado um cartão com os nomes de todos os candidatos):
Dilma Rousseff (PT): 34%
Marina Silva (PSB): 29%
Aécio Neves (PSDB): 19%
Luciana Genro (PSOL): 1%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
José Maria (PSTU): 0% *
Eduardo Jorge (PV): 0% *
Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
Eymael (PSDC): 0% *
Levy Fidelix (PRTB): 0% *
Mauro Iasi (PCB): 0% *
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 8%
Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:
- Dilma Rousseff (PT): 27%
- Marina Silva (PSB): 18%
- Aécio Neves (PSDB): 12%
- Outros: 2%
- Brancos/nulos/nenhum: 12%
- Não sabe: 28%
Segundo turno
O Ibope simulou os seguintes cenários de segundo turno:
- Marina Silva: 45%
- Dilma Rousseff: 36%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 11%
- Dilma Rousseff: 41%
- Aécio Neves: 33%
- Brancos/nulos/nenhum: 12%
- Não sabe: 12%
Rejeição
Dentre os 11 candidatos a presidente, Dilma Rousseff tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Veja os números:
- Dilma Roussef: 36%
- Aécio Neves: 18%
- Pastor Everaldo: 14%
- Zé Maria: 11%
- Marina Silva: 10%
- Eymael: 9%
- Levy Fidelix: 9%
- Luciana Genro: 8%
- Rui Costa: 7%
- Eduardo Jorge: 7%
- Mauro Iasi: 6%
Avaliação do governo
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 34% dos eleitores – no levantamento anterior, divulgado no último dia 7, o índice era de 32%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliaram o governo como "bom" ou "ótimo".
A pesquisa mostra ainda que o índice dos que desaprovam a gestão, ou seja, consideram o governo "ruim" ou "péssimo", é de 27% (31% no levantamento anterior). Consideram o governo "regular" 36% (na pesquisa anterior, 35%).
O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
- Ótimo/bom: 34%
- Regular: 36%
- Ruim/péssimo: 27%
- Não sabe: 2%
Pesquisa Ibope presidencial (Foto: G1)

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

No Paraná, Beto Richa tem 43%, Requião, 26%, e Gleisi, 14%, diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (25) aponta Beto Richa (PSDB) com 43% das intenções de voto para o governo do Paraná, seguido de Requião (PMDB), com 26%, Gleisi Hoffmann (PT), com 14%, e Tulio Bandeira (PTC), com 1%. Esta é primeira pesquisa de intenção de voto feita pelo instituto sobre a eleição estadual após o registro das candidaturas.
A pesquisa foi encomendada pela RPC TV.
Os candidatos Bernardo Pilotto (PSOL), Geonisio Marinho (PRTB), Ogier Buchi (PRP) e Rodrigo Tomazini (PSTU) somaram, juntos, 1%. Brancos e nulos somaram 8%, e 7% não responderam.
Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):
Beto Richa (PSDB) – 43% das intenções de voto
Requião (PMDB) – 26%
Gleisi Hoffmann (PT) –14%
Tulio Bandeira (PTC) – 1%
Outros com menos de 1% - 1%
Brancos e nulos - 8%
Não sabe ou não respondeu - 7%
Rejeição
O Ibope também pesquisou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Confira abaixo:
- Requião: 30%
- Beto Richa: 20%
- Gleisi Hoffmann: 20%
- Tulio Bandeira: 8%
- Bernardo Pilotto: 7%
- Geonisio Marinho: 6%
- Ogier Buchi: 6%
- Rodrigo Tomazini: 6%
- Poderia votar em todos: 10%
- Não sabe ou não respondeu: 18%
A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 23 de agosto. Foram entrevistados 1.008 eleitores em 59 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o número 00411/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR- 00411/2014.

domingo, 17 de agosto de 2014

Beto Richa lidera em pesquisa estadual do Instituto Veritá

A pesquisa do Instituto Veritá que havia sido impugnada pela Justiça depois de uma liminar conseguida pelo PPL foi liberada pela Justiça neste domingo (17). A sondagem com abrangência estadual sobre a disputa pelo governo do Estado aponta que o governador Beto Richa (PSDB) teria chances de vencer já no primeiro turno, caso a eleição fosse hoje e não fosse considerada a margem de erro de três pontos.

 Segundo levantamento do Instituto Veritá realizado em 45 municípios paranaenses, Richa teria hoje 50,4% dos votos válidos – excluídos os eleitores que disseram votar em branco ou anular, e os indecisos – contra 33,7% do senador e candidato do PMDB, Roberto Requião. Em seguida, aparece a senadora e candidata do PT, Gleisi Hoffmann, com 14,4%. Bem distante, aparece o candidato do PSOL, Bernardo Pilotto, com 0,7%. Os candidatos Túlio Bandeira (PTC), Ogier Buchi (PRP), Rodrigo Tomazzini (PSTU) e Geonísio Marinho (PRTB) teriam menos de 1% dos votos válidos. A margem de erro é de 2,05% para mais ou menos. Quando se somam os índices, os candidatos de oposição chegam a 49,7% dos votos válidos.

Richa, com 50,4%, teria portanto a chance de vencer no primeiro turno, mas o resultado ficaria dentro da margem de erro, em empate técnico com a soma dos demais concorrentes. Ainda em se levando em conta a consulta estimulada – quando o eleitor é apresentado a uma lista de candidatos, e considerando os votos brancos, nulos e indecisos, Richa teria 40,2% dos votos, contra 26,9% de Requião e 11,5% de Gleisi Hoffmann. O candidato Bernardo Pilotto foi escolhido por 0,5% dos entrevistados. Túlio Bandeira (PTC), Ogier Buchi (PRP), Rodrigo Tomazzini (PSTU) e Geonísio Marinho (PRTB) aparecem com menos de 1% dos votos. Brancos e nulos somam 10,2% e indecisos 10,0%.

 Na simulação de segundo turno entre Beto Richa e Roberto Requião, o instituto aponta vitória de Richa, com 58,1% do percentual válido, contra 41,9% de Requião. Se o candidato do PSDB disputasse o segundo turno contra Gleisi Hoffmann, o tucano venceria com 63,9% dos votos, contra 36,1% da petista. Na pesquisa espontânea para o primeiro turno, mais da metade (50,5%) dos entrevistados não saberiam em quem votar. Beto Richa teria 22,5%; Requião, 14,6%; e Gleisi, 5,2%. Os outros candidatos são citados por menos de 1% dos entrevistados. Avaliação – A maioria dos eleitores aprova como “governo do Paraná vem conduzindo o Estado”. Entre os entrevistados, 67.4% aprovam o governo e 30,4% desaprovam.

Não souberam ou não responderam somam 2,3%. Quando questionados sobre a “maneira como o governador vem conduzindo o Estado”, 36,0% dos eleitores com mais de 16 anos entrevistados acreditam que o governo é bom. Outros 28,3% estão entre os que assinalaram que o governo é regular positivo, 13,1% regular negativo, 9,1% péssimo, 8,2% ruim e 3,0% ótimo. Não sabem ou não responderam representam 2,3% do total. A pesquisa do Instituto Veritá, com sede em Uberlândia (MG), foi realizada entre os dias 05 e 09 de agosto de 2014. A coleta de dados foi feita por meio de formulários eletrônicos com a utilização de tablets e o custo da pesquisa com registro PR­ 0007/2014 é de R$ 93 mil. Foram checados, no mínimo, 20% dos questionários de cada pesquisador, por supervisores de campo ou, posteriormente, por telefone. Todo o material é verificado e codificado, segundo o Instituto.
Esta é segunda sondagem ampla, com entrevistados em todo o Estado, registrada no Tribunal Superior Eleitoral pelo instituto de Minas Gerais. A pesquisa foi publicada com exclusividade pelo jornal Bem Paraná.

 Álvaro lidera com folga para o Senado

 A mesma pesquisa colocou o candidato do PSDB ao Senado da República, Álvaro Dias, como vencedor das eleições deste ano com 57,2% dos votos. O candidato Ricardo Gomyde (PCdoB) teria 3,3% dos votos; Professor Piva (Pscol), 2%; e Marcelo Almeida (PMDB), 1,9%. Somados, os candidatos Adilson Silva (PRTB), Luiz Bárbara (PTC) e Evandro Castagna (PSTU) não têm 1% dos votos na sondagem. Indecisos somam 17,2%; brancos e nulos 16,7% dos votos. Entre os votos válidos – desconsiderando brancos, nulos e indecisos – Álvaro Dias teria 86,3 % dos votos, contra 4,9% de Gomyde, 3,0 de Piva, 2,8% de Marcelo Almeida e 1,3% de Mauri Viana. Adilson Silva, Bárbara e Castagna, juntos, não conseguiriam 1% dos votos, segundo Veritá. A margem de erro de 2,03% para mais ou menos coloca os candidatos Gomyde, Piva, Marcelo Almeida e Mauri Viana tecnicamente empatados.

Além disso, a soma dos eleitores indecisos com brancos e nulos chega a 34% dos votos entre os entrevistados, ou seja, 782 dos 2302 não sabem ou não querem votar nos candidatos apresentados. A soma de todos dos votos de todos os outros candidatos, brancos, nulos e indecisos, não chega a 45% entre os entrevistados. O líder isolado na pesquisa senador Álvaro Dias está no terceiro mandato no Senado e a pesquisa indica a quarta eleição. O candidato que aparece em segundo lugar, Ricardo Gomyde, é ex-secretário de futebol do Ministério dos Esportes. Ele ocupou o cargo durante a Copa do Mundo. Antes disso, foi presidente do Paraná Esporte, que equivaleria à secretaria do Esporte, no governo Requião. Também foi deputado federal entre 1995 e 1999.

 O candidato Professor Piva ficou mais conhecido depois do debate na TV Band, nas eleições de 2010, quando ele concorria ao Senado e defendia a extinção do Congresso Nacional. Já o candidato Marcelo Almeida (PMDB) tem a campanha mais cara declarada até agora entre os oito. O gasto de Almeida pode chegar a R$ 30 milhões. Ele teve a candidatura questionada por adversários, inclusive dentro do partido, por ser herdeiro da empreiteira CR Almeida, sócia de duas concessões de empresas de pedágio no Paraná. O peemedebista é o político mais rico das eleições deste ano, segundo as declarações à Justiça Eleitoral. O suplente de deputado federal possui R$ 740,4 milhões em bens registrados em seu nome.

sábado, 16 de agosto de 2014

Vazou na internet uma propaganda que a campanha de Eduardo Campos levaria ao ar



Caiu na web uma propaganda que a campanha de Eduardo Campos levaria ao ar no horário eleitoral se o candidato não tivesse morrido. Foi veiculada no site do diário 'Folha de Pernambuco'. Na peça, Campos associa Dilma Rousseff a três apoiadores tóxicos: José Sarney, Renan Calheiros e Fernando Collor. Associa o gigantismo da Esplanada de 39 ministérios à necessidade da presidente de satisfazer os apetites fisiológicos dos pseudoaliados.
Dilma “deu um ministério a um afilhado de Sarney, a um afilhado de Renan Calheiros, outro pra lá, outro pra cá”, diz Campos no vídeo. Os aliados não votavam nada do que Dilma queria, ironiza. “Eles queriam mais! Ia pra quantos ministérios, 80, 90 100?” No centro de um cenário em forma de arena, observado por um grupo que incluía Marina Silva, Campos realça que o Legislativo só trabalhou quando as ruas roncaram.
Campos capricha na ironia: “A gente tem que botar a sociedade pra cumprir o seu papel. Eu e a Marina somos os únicos candidatos que estão dizendo agora, mandando avisar pela imprensa: avisa aí ao Sarney, ao Renan e ao Collor que a gente vai chegar, e conosco eles vão para a oposição. No nosso governo, conosco eles não vão trabalhar. O Sarney já desistiu de ser candidato, já partiu.”
A propaganda é boa. Tem palavreado fácil. A atmosfera é informal.  Mas só funciona com as plateias domesticadas dos comerciais. Em ambientes normais, alguém talvez se levantasse na plateia para recordar: o PSB usufruía de dois dos 39 ministérios até setembro do ano passado. Num deles, o da Integração Nacional, o ministro era Fernando Bezerra Coelho, cupincha de Campos.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Avaliação positiva do governo Beto Richa é de 48%, indica Datafolha

Outros 34% consideram gestão 'regular' e 15% ‘ruim’ ou ‘péssima’.
Foram entrevistados 1.248 eleitores em 46 municípios do estado.


O governo de Beto Richa (PSDB), no Paraná, é avaliado positivamente por 48% dos entrevistados em pesquisa Datafolha encomendada pela RPC TV e pelo jornal “Folha de S.Paulo” e divulgada nesta sexta-feira (15). De acordo com a pesquisa, outros 34% dizem considerar a gestão de Richa "regular"; 15% consideram "ruim" ou "péssima". Outros 2% não souberam responder.
O resultado da pesquisa de avaliação do governo é:
- Ótimo/bom: 48%
- Regular: 34%
- Ruim/péssimo: 15%
- Não sabe/não respondeu: 2%
A nota média do governo de Beto Richa foi 6,2.
A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 14 de agosto. Foram entrevistados 1.248 eleitores em 46 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de três pontos prevista.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o número 00014/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00358/2014

Beto Richa lidera com 39%, aponta Datafolha


Instituto entrevistou 1.226 eleitores entre os dias 12 e 14 de agosto.
Margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.


Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (15) aponta empate técnico entre os candidatos Beto Richa (PSDB) e Roberto Requião (PMDB), que disputariam a eleição em segundo turno para o governo do Paraná. É primeira pesquisa de intenção de voto feita pelo instituto sobre a eleição estadual após o registro das candidaturas.
A pesquisa foi encomendada pela RPC TV e pelo jornal “Folha de S. Paulo”.
Os dados mostram que o atual governador, Beto Richa, tem 39% das intenções de voto na corrida para a reeleição neste ano, em um empate técnico com Requião, que tem 33%. Gleisi Hoffmann (PT) é a terceira colocada na pesquisa, com 11%. Bernardo Pilotto (PSOL) e Ogier Buchi (PRP) tem 1% cada um. Os candidatos Geonisio Marinho (PRTB), Rodrigo Tomazini (PSTU) e Tulio Bandeira (PTC) não chegam a 1%.
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada:
Beto Richa (PSDB) – 39% das intenções de voto
Requião (PMDB) – 33%
Gleisi Hoffmann (PT) – 11%
Bernardo Pilotto (PSOL) – 1%
Ogier Buchi (PRP) – 1%
Brancos e nulos - 5%
Não sabe ou não respondeu - 10%
A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 14 de agosto. Foram entrevistados 1.226 eleitores em 46 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de três pontos prevista.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o número 00014/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00358/2014.

Álvaro Dias lidera a disputa pelo Senado no Paraná, diz Datafolha

Instituto entrevistou 1226 eleitores entre os dias 12 e 14 de agosto.
Margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.


Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (15) aponta que Álvaro Dias (PSDB) tem 57% das intenções de voto para o Senado. Ricardo Gomyde (PC do B) tem 4%. Marcelo Almeida (PMDB) e Professor Piva (PSOL) têm 3%, Mauri Viana (PRP), 2%, Adilson Senador da Família (PRTB) e Luiz Barbara (PTC), 1%. Castagna (PSTU) não pontuou.
Veja os números do Datafolha:
Álvaro Dias (PSDB) – 57% das intenções de voto
Ricardo Gomyde (PC do B) – 4%
Marcelo Almeida (PMDB) – 3%
Professor Piva (PSOL) – 3%
Mauri Viana (PRP) – 2%
Adilson Senador da Família (PRTB) – 1%
Luiz Barbara (PTC) – 1%
Castagna (PSTU) – 0%
Em branco/nulo/nenhum – 10%
Não sabe – 19%

A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 14 de agosto. Foram entrevistados 1.226 eleitores em 46 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de três pontos prevista.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o número 00014/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00358/2014.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Arapoti conquista segundo lugar no prêmio Brasil Sorridente


Divulgação
Arapoti conta com Centro de Especialidades Odontológicas e realiza várias ações voltadas à saúde bucal da população
Arapoti – O município de Arapoti foi o primeiro colocado no prêmio Paraná Sorridente na categoria que reúne as cidades com até 50 mil habitantes. Com esta colocação, o município concorreu ao prêmio Brasil Sorridente e foi o segundo colocado no cenário nacional na categoria. Cambé e Ponta Grossa também foram premiados pelo projeto. O prêmio valoriza as iniciativas dos municípios de prevenir problemas na saúde bucal. "Como ficamos em primeiro lugar no Paraná ficamos esperançosos com a colocação no Brasil Sorridente. Este é resultado de um trabalho de anos", salienta a coordenadora de Saúde Bucal de Arapoti, Adriana Cunha De Masi.

O município foi premiado por conta das várias ações que são desenvolvidas na área. "Temos o Centro de Especialidades Odontológicas que realiza atendimento na área de odontopediatria, periodontia, endodontia, cirurgia buco-maxilo-facial e próteses. Anualmente realizamos campanhas de prevenção do câncer de boca nas Unidades Básicas de Saúde, além disso atuamos nas escolas municipais e na Apae regularmente com atividades de orientação e escovação dos dentes", explica Adriana.

De acordo com ela, a melhora na saúde bucal da população é percebida na rotina de trabalho dos dentistas. "A área da odontologia sempre teve bastante incentivo na cidade. O trabalho que é realizado nas escolas traz um resultado bastante efetivo", aponta.

BRASIL SORRIDENTE
O projeto Brasil Sorridente é organizado e realizado pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) em parceria com o Ministério da Saúde. De acordo com César Campagnoli, conselheiro do CFO, o projeto Paraná Sorridente seleciona os melhores municípios do Estado em cada categoria e os indica para participarem da disputa nacional. Os municípios vencedores de cada categoria no Brasil recebem um equipamento odontológico completo para atender a população.

A cidade paranaense que se destacou na categoria de 50 mil a 300 mil habitantes foi Cambé, que conquistou o quinto lugar nacional. Entre as cidades com mais de 300 mil habitantes, o destaque ficou para Ponta Grossa, que ficou colocada em quarto lugar no Brasil Sorridente. "O objetivo deste projeto é avaliar o modelo de gestão em saúde bucal nos municípios", salienta Campagnoli.

De acordo com ele, para concorrer os municípios precisam seguir uma série de critérios. "Analisamos se a cidade conta com uma coordenação ou uma divisão de odontologia que esteja no organograma principal, o objetivo é que a odontologia faça parte do fluxo da prefeitura. Outro critério é que a coordenação de odontologia seja exercida por um cirurgião dentista. Na parte da vigilância em saúde trabalhamos a questão da fluoretação da água, bem como o acompanhamento e controaselheiro. Ele acrescenta que também há outros pontos analisados, como por exemplo as ações e campanhas voltadas para a saúde bucal, o índice de escovação diária, o plano de cargos e salários do município e o salário do cirurgião dentista.

Serviço:
Mais informações sobre o prêmio no site www.cropr.org.br

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Eduardo Campos morre em Santos após queda do avião em que viajava


Eduardo Campos conversa com jornalistas no estúdio do G1 na segunda-feira (11) (Foto: Caio Kenji/G1)O candidato Eduardo Campos no estúdio do G1 durante entrevista na última segunda (11) (Foto: Caio Kenji/G1)
       Ocandidato a presidente do PSB, e ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morreu na manhã desta quarta-feira (13) após a queda do jato particular em que viajava em um bairro residencial em Santos, no litoral paulista. Ele tinha completado 49 anos no último domingo (vejafotos da trajetória do presidenciável).
Arte Queda avião Eduardo Campos (VALE ESTA) (Foto: Editoria de Arte / G1)
Chovia no momento do acidente. A Aeronáutica informou em nota que o avião decolou do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). "Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave", informou a nota (leia a íntegra da nota ao final desta reportagem).
Moradores disseram ter visto uma bola de fogo no céu. Os destroços atingiram residências do bairro. Seis vítimas do acidente que moravam na área onde caiu o avião foram para a Santa Casa de Santos, entre elas duas crianças, duas mulheres e uma idosa. Segundo o hospital, todos passam bem.
Campos tinha uma programação de campanha em Santos nesta quarta. De acordo com a assessoria do candidato, ele participaria às 8h, às 9h30 e às 14h30 de entrevistas a emissoras de televisão locais. Às 10h30, concederia uma entrevista coletiva às 12h30 participaria de um seminário sobre o Porto de Santos.
A bordo da aeronave (veja como foi a queda do avião), estavam sete pessoas, das quais cinco passageiros (entre eles Campos) e dois tripulantes. Veja a lista dos mortos:
Eduardo Campos, candidado à Presidência
- Alexandre da Silva, fotógrafo
- Carlos Augusto Leal Filho (Percol), assessor
- Geraldo da Cunha, piloto
- Marcos Martins, piloto
- Pedro Valadares Neto
- Marcelo Lira
A Polícia Federal abriu inquérito para investigar o motivo do acidente. A PF enviou seis peritos para Santos a fim de trabalhar na apuração do caso. Aeronáutica e Polícia Civil também vão investigar.
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) se deslocou para a cidade depois de tomar conhecimento da morte de Campos. "Estamos diante de uma tragédia que entristece todo o país. Quero em nome do povo de São Paulo trazer nossos sentimentos a todos os familiares das pessoas que perderam a vida nesse acidente", afirmou Alckmin.


Os principais adversários de Campos na campanha eleitoral, Dilma e Aécio Neves (PSDB), cancelaram os compromissos de campanha. Todos os comitês de Dilma suspenderam as atividades após a confirmação da morte. "Estou absolutamente perplexo", afirmou Aécio Neves no Rio Grande do Norte.
A presidente Dilma Rousseff decretou luto oficial de três dias. "Estivemos juntos, pela última vez, no enterro do nosso querido Ariano Suassuna. Conversamos como amigos. Sempre tivemos claro que nossas eventuais divergências políticas sempre seriam menores que o respeito mútuo característico de nossa convivência", afirmou a presidente em nota oficial. "O Brasil perde um dos seus mais talentosos políticos, que sempre lutou com idealismo por aquilo em que acreditava. A perda é irreparável e incompreensível", declarou Aécio Neves.
Vale esta - cornologia Eduardo Campos (Foto: Arte/ G1)
Nove anos antes, em 2005, no mesmo dia (13 de agosto), morreu o avô do presidenciável, Miguel Arrais, de quem Campos era herdeiro político.
Campos deixou o governo de Pernambuco em abril deste ano para concorrer à Presidência da República.
Segundo a mais recente pesquisa de intenção de voto do Ibope, divulgada no último dia 7, ele tinha 9% das intenções de voto, atrás de Dilma, com 38%, e Aécio, com 23%.
De acordo com a legislação eleitoral, o PSB poderá registrar em até dez dias outro candidato para substituir Eduardo Campos na disputa pela Presidência da República.
A morte de Eduardo Campos repercutiu de imediato no mundo políítico.
"Estamos muito chocados com tudo", afirmou o deputado federal Marcio França (PSB), presidente do diretório estadual do partido em São Paulo.
França afirmou que Campos estava acompanhado de integrantes da equipe da campanha, como jornalistas e fotógrafo. Ele relatou que a mulher de Campos e o filho não estavam no jato – eles voltaram para Pernambuco em um avião de carreira.
No perfil da Rede Sustentabilidade no Twitter, foi publicada a seguinte nota: "Todos estamos chocados com a morte de Eduardo Campos, em queda de avião hoje de manhã. Marina Silva segue agora para Santos (SP)".
A ex-senadora Marina Silva é a candidata a vice na chapa de Campos. Como o partido dela, a Rede Sustentabilidade, não conseguiu registro a tempo para concorrer na eleição deste ano, ela se filiou ao PSB. Ela poderá substituir Eduardo Campos como candidata ou permanecer como vice.
No Congresso, parlamentares falaram sobre o episódio. O deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) disse que foi informado da queda da aeronave pelo deputado Márcio França (PSB).
"Estou atordoado. Parece que perdemos o Eduardo, uma liderança da nossa geração", declarou Delgado antes de saber da confirmação da morte.
Leia a íntegra da nota que a Aeronáutica divulgou sobre a queda do avião:
O Comando da Aeronáutica informa que nesta quarta-feira (13/08), por volta das 10h, uma aeronave Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, caiu na cidade de Santos, no litoral de São Paulo.
A aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.
A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que possam ter contribuído para o acidente.
Brasília, 13 de agosto de 2014.
Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica
 Fonte: G1.com
Assista à entrevista completa de Eduardo Campos no Jornal Nacional em 12/08/2014 http://mudan.do/1lSZX1H

Foto: Eduardo foi entrevistado ontem à noite na bancada do Jornal Nacional e, muito firme, convocou o povo brasileiro: Não vamos desistir do Brasil.

Assista à entrevista completa: http://mudan.do/1lSZX1H

#Equipe40

sábado, 9 de agosto de 2014

CCR Rodonorte inicia processo seletivo para socorristas

De ontem até o dia 25 de agosto, os interessados em participar do processo seletivo para contratação de novos socorristas na CCR RodoNorte poderão enviar seus currículos para a área de Gestão de Pessoas da concessionária. A seleção, além de envolver entrevista e análise dos currículos, conta com um curso de imersão promovido pela CCR RodoNorte, com duração de 130 horas; os socorristas aprovados após o término da qualificação farão parte do banco de profissionais da concessionária no Atendimento Pré-Hospitalar (APH).
Coordenador de todos os processos de capacitação do APH na CCR Rodonorte,  o médico Dalton Scarpin Gomes explica que o curso de imersão é realizado pela empresa há 10 anos. “Acreditamos nesta capacitação como um investimento nas pessoas, principalmente para preparar os nossos profissionais na missão de salvar vidas”, explica. Além disso, Gomes lembra que todas as etapas do processo – inclusive o curso de imersão – são gratuitas aos interessados. Neste ano, o curso será realizado entre os dias 18 e 27 de setembro

Pesquisa CBN/Datavox mostra vitória de Beto Richa no primeiro turno

 

Richa vence no primeiro turno em pesquisa CBN/Datavox
A primeira pesquisa para a eleição ao governo do Paraná divulgada após o início do calendário eleitoral mostra vitória do governador Beto Richa (PSDB) no primeiro turno, em 5 de outubro. Richa venceria com 42,5% dos votos, seguido de Roberto Requião (PMDB), com 25,2%, Gleisi Hoffmann (PT), com 16,5% e Bernardo Piloto (Psol), com 2%. A pesquisa do Instituto Datavox foi divulgada pela rádio CBN.
Na corrida para o Senado, Álvaro Dias (PSDB) lidera com 54,7%, seguido por Marcelo Almeida (PMDB) com 7,2%, Luiz Piva (Psol)  com 2%, Ricardo Gomyde (PCdoB) com 1,7% e Mauri Viana (PRP ) com 1,1%.
Na eleição presidencial, a liderança é de Aécio Neves (PSDB), com 36%. Em segundo lugar, Dilma Rousseff (PT) tem 31%; Eduardo Campos (PSB) tem 12,1%; Pastor Everaldo (PSC) tem 4,1% e outros, menos de 1%. Indecisos somam 14,9%.
O Voxdata entrevistou 500 eleitores em Cascavel entre os dias 15 e 19 de julho, com margem de erro de 4,38%. As pesquisas foram registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 00216/2014 (para presidente e senador) e no  Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 0003/2014 (para governador)
.

terça-feira, 29 de julho de 2014

Klabin Abre Vagas Em Telêmaco Borba e Ortigueira.

– Em linha com seu plano de expansão, a Klabin está com vagas abertas nas unidades de Telêmaco Borba e Ortigueira. Os candidatos devem ter curso técnico – concluído ou cursando – em Celulose e Papel, Mecânica, Automação, Eletromecânica, Eletrotécnica, Logística ou Meio Ambiente.
Entre os benefícios oferecidos estão vale transporte e vale alimentação, plano de saúde, plano odontológico, seguro de vida, auxílio-farmácia, participação nos resultados e subsídio em refeição nos restaurantes da empresa.
Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail recruta@klabin.com.br com o título “Operador 1 Klabin” até o dia 8 de agosto. Também é possível entregar o currículo impresso na Portaria 1 da fábrica em Telêmaco Borba.
As oportunidades de trabalho são efetivas e para início imediato.

Sobre a Klabin 

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, produz papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado, sacos industriais e madeira em toras. Fundada em 1899, possui atualmente 15 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Está organizada em três unidades de negócios: Florestal, Papéis (papelcartão, papel kraft e reciclados) e Conversão (papelão ondulado e sacos industriais).
Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. Em 2014, a Klabin integra, pela primeira vez, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

Saiba mais em www.klabin.com.br

Grupo Máquina PR

Informações para a Imprensa: 
Grupo Máquina PR 
Tacila Marcondes | (11) 3147-7453 tacila.marcondes@grupomaquina.com
Tatiana Souza | (11) 3147-7921 tatiana.souza@grupomaquina.com
Fernanda Doniani| (11) 3147-7448 fernanda.doniani@grupomaquina.com
Fonte: telemacoborba.pr.gov.br/

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Sexta Básica OBPC


A Rede de Jovens e Adolescentes da Igreja O Brasil realizou no dia 06 de junho de 2014, o Sexta Básica.
Essa programação teve como objetivo de levar informações aos jovens e adolescentes, que puderam fazer perguntas aos convidados.
A primeira 6ª Básica teve como tema em debate “drogas”.
Participaram do evento o Delegado de policia de Jaguariaíva Doutor Gumercindo Athayde, Vereador Pastor Valdemir Ferreira e Diego Rolim que foram os entrevistados. 

 O som ficou por conta do Samuel e do Joabe  que abrilhantaram com muito louvor acústico.






Campanha do Agasalho 2014 Ação Social O Brasil para Cristo

No dia 07 de Junho fizemos a entrega de agasalhos arrecadados pela Ação Social O Brasil para Cristo.
A nossa Campanha do Agasalho foi um grande sucesso!!
Fizemos um delicioso sopão e a entrega dos agasalhos e podemos atender 56 famílias, totalizando 232 pessoas atendida com o que foi arrecadado.
É assim, quando as pessoas se unem em torno de um objetivo comum. E foi graças a doações de pessoas que querem ver o bem do próximo que chegamos a esse resultado tão significativo, afinal: “Quem pode ajuda, quem precisa agradece”
Agradecemos a todos os que participaram da Campanha, mas penso que mais importante que o agradecimento, é a satisfação que sentimos ao auxiliar as pessoas que mais precisa
Quando ajudamos o próximo, o maior beneficiado somos nós mesmos.
É um imenso prazer compartilhar com todos que participaram desta Campanha a grande alegria de fazer o bem.
Obrigado pela Solidariedade!


Em nome da Ação Social O Brasil para Cristo, muito obrigado e que Deus abençoe a todos os que doaram  Valeu!!!