Notícias

ESTAMOS DE OLHO

sexta-feira, 19 de março de 2010

NOVA ELEIÇÃO PARA PREFEITO EM DOUTOR ULYSSES DEVERÁ SER DIA 11 DE ABRIL DE 2010

Denunciado por seu adversário, José Sertão (PSDB), Pedro Júnior foi condenado pelo juiz eleitoral da Comarca de Cerro Azul, Marcos Takao Toda, que julgou procedente a denúncia de compra de votos por meio de distribuição de material de construção.

A denúncia foi oferecida pelo candidato do PSDB logo após o resultado das eleições, em outubro do ano passado, em que Sertão foi derrotado por uma diferença de 198 votos.

A acusação apresentou testemunhas que declararam terem recebido tijolo, madeira e cimento, entre outros materiais. Segundo a denúncia, cerca de 40 famílias teriam sido beneficiadas com as doações do candidato.

Após ouvir as testemunhas, o juiz da comarca local deu provimento à ação, cassando o diploma de Pedro Júnior, declarando-o inelegível e atribuindo-lhe multa de R$ 50 mil por violação de testemunhas.

O cargo de prefeito interino no município está sendo exercido pelo presidente da Câmara, Josiel do Carmo dos Santos. A Resolução 571 de 28 de janeiro de 2010 definiu as normas que deverão ser seguidas pelos candidatos proponentes ao cargo de prefeito e vice-prefeito no processo eleitoral. Estão concorrendo aos cargos de prefeito e vice-prefeito os candidatos: Pelo PR a prefeito Josiel do Carmo dos Santos (Jôse) e Rozélio Geliet – PMDB a vice-prefeito. Pelo PSDB, a prefeito José da Silva (Zé Sertão) e Lucas Branco da Silva do DEM como vice-prefeito.


Veja a decisão do Tre:

Decisão Plenária
decisao em 28/01/2010
À unanimidade de votos, a Corte convocou a realização de eleição suplementar para Prefeito e Vice-Prefeito n município de Doutor Ulysses, bem como, expediu as instruções necessárias para a realização do pleito em 11 de abril de 2010, nos termos do voto do Relator.
Fonte Tre-Pr

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial