Notícias

ESTAMOS DE OLHO

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Análise do novo prefeito de Arapoti, Braz Rizzi (DEM) ‘’Nós estamos tomando as providências necessárias com muita cautela para não acusar ninguém indevidamente’’, afirma

Divulgação

















Braz Rizzi acredita que vai precisar de um ano para deixar os pagamentos em dia
O novo prefeito de Arapoti, Braz Rizzi (DEM), reconhece que encontrou a cidade em uma situação precária e a prefeitura com muitas dívidas sem empenho, mas mede bem as palavras quando se refere à administração anterior. ‘’Nós estamos tomando as providências necessárias com muita cautela para não acusar ninguém indevidamente’’, afirma. 

Apesar do jeito mineiro, o novo prefeito deixa escapar que encontrou ‘’muito pepino’’, um termo bem popular para definir a palavra ‘’problemas’’. Rizzi evita entrar em detalhes, mas admite que houve dinheiro mal aplicado em obras o que, agora, dificulta a prestação de contas e deixa o município com risco de ser obrigado a devolver verba recebida para o governo federal. 

O novo prefeito diz que estão aparecendo muitas dívidas de pequeno valor que não foram devidamente empenhadas. Ele pediu, inclusive, que um contador organizasse um levantamento de toda a situação. ‘’Nós estamos esmiuçando tudo isso ai e só vou falar sobre o assunto depois que o contador colocar toda a documentação sobre minha mesa’’, afirma. 

Rizzi lamenta que tenha encontrado a cidade totalmente suja, sem o recolhimento de lixo e entulhos nos últimos três meses. ‘’É chato dizer, mas a cidade ficou totalmente abandonada após as eleições; nada funcionou, a não ser os serviços básicos de saúde’’, explica. Segundo o prefeito, foram recolhidos mais de 100 caminhões nas ruas da cidade na primeira semana deste ano. 

O novo prefeito acredita que vai precisar de um ano para deixar os pagamentos em dia. 

Prioridade 

Rizzi afirma que a área de saúde terá prioridade total em sua administração. Hoje, segundo ele, boa parte do atendimento médico da população é feito na vizinha cidade de Jaguariaíva. 

O novo prefeito quer reativar o hospital de Arapoti, contratar médicos e reorganizar os postos de saúde nos bairros. ‘’A saúde deve estar em primeiro lugar porque sem saúde nós não trabalhamos’’, justifica. 


Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial