Notícias

ESTAMOS DE OLHO

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Arapoti conquista segundo lugar no prêmio Brasil Sorridente


Divulgação
Arapoti conta com Centro de Especialidades Odontológicas e realiza várias ações voltadas à saúde bucal da população
Arapoti – O município de Arapoti foi o primeiro colocado no prêmio Paraná Sorridente na categoria que reúne as cidades com até 50 mil habitantes. Com esta colocação, o município concorreu ao prêmio Brasil Sorridente e foi o segundo colocado no cenário nacional na categoria. Cambé e Ponta Grossa também foram premiados pelo projeto. O prêmio valoriza as iniciativas dos municípios de prevenir problemas na saúde bucal. "Como ficamos em primeiro lugar no Paraná ficamos esperançosos com a colocação no Brasil Sorridente. Este é resultado de um trabalho de anos", salienta a coordenadora de Saúde Bucal de Arapoti, Adriana Cunha De Masi.

O município foi premiado por conta das várias ações que são desenvolvidas na área. "Temos o Centro de Especialidades Odontológicas que realiza atendimento na área de odontopediatria, periodontia, endodontia, cirurgia buco-maxilo-facial e próteses. Anualmente realizamos campanhas de prevenção do câncer de boca nas Unidades Básicas de Saúde, além disso atuamos nas escolas municipais e na Apae regularmente com atividades de orientação e escovação dos dentes", explica Adriana.

De acordo com ela, a melhora na saúde bucal da população é percebida na rotina de trabalho dos dentistas. "A área da odontologia sempre teve bastante incentivo na cidade. O trabalho que é realizado nas escolas traz um resultado bastante efetivo", aponta.

BRASIL SORRIDENTE
O projeto Brasil Sorridente é organizado e realizado pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) em parceria com o Ministério da Saúde. De acordo com César Campagnoli, conselheiro do CFO, o projeto Paraná Sorridente seleciona os melhores municípios do Estado em cada categoria e os indica para participarem da disputa nacional. Os municípios vencedores de cada categoria no Brasil recebem um equipamento odontológico completo para atender a população.

A cidade paranaense que se destacou na categoria de 50 mil a 300 mil habitantes foi Cambé, que conquistou o quinto lugar nacional. Entre as cidades com mais de 300 mil habitantes, o destaque ficou para Ponta Grossa, que ficou colocada em quarto lugar no Brasil Sorridente. "O objetivo deste projeto é avaliar o modelo de gestão em saúde bucal nos municípios", salienta Campagnoli.

De acordo com ele, para concorrer os municípios precisam seguir uma série de critérios. "Analisamos se a cidade conta com uma coordenação ou uma divisão de odontologia que esteja no organograma principal, o objetivo é que a odontologia faça parte do fluxo da prefeitura. Outro critério é que a coordenação de odontologia seja exercida por um cirurgião dentista. Na parte da vigilância em saúde trabalhamos a questão da fluoretação da água, bem como o acompanhamento e controaselheiro. Ele acrescenta que também há outros pontos analisados, como por exemplo as ações e campanhas voltadas para a saúde bucal, o índice de escovação diária, o plano de cargos e salários do município e o salário do cirurgião dentista.

Serviço:
Mais informações sobre o prêmio no site www.cropr.org.br

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial