Notícias

ESTAMOS DE OLHO

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

PEC DOS VEREADORES, SUPLENTES COMEÇARAM ASSUMIR

Três dias após o Congresso promulgar a proposta de emenda constitucional (PEC) que cria 7.709 vagas de Vereadores no País - 239 delas em Goiás -, as Câmaras goianos começam a empossar os suplentes. A primeira cidade a dar posse foi Bela Vista, em evento que aconteceu as 16 horas de sexta-feira (25/09). Assumiram os suplentes Luiz Pontes Neto (PR) e André Luiz (PT), para cumprir o primeiro mandato. Com isso, Bela Vista passa de 9 para 11 vereadores. O ato foi organizado pelo presidente da Câmara de Bela Vista, Eliézer Fernandes (DEM), também presidente da União dos Vereadores de Goiás (UVG). Eliézer também articula para que nos próximos dias as 62 cidades goianas que têm direito a mais vereadores possam dar posse aos suplentes.A próxima cerimônia de posse deve ocorrer em Piracanjuba, onde também serão integrados dois novos vereadores. A previsão é que o evento ocorra nesta segunda-feira, 28 de setembro. Na Câmara de Goiânia não haverá alteração, pois esta ocorreu ainda no início do ano. Até 2008 eram 34 vereadores e agora são 35, de acordo com a faixa aprovada pela PEC para cidades com número de habitantes que variam de 1,2 milhão a 1,35 milhão.

Dourados empossa 09 suplentes nesta segunda-feira.
O plenário da Câmara Municipal de Dourados deverá ficar mais apertado e mais aconchegante a partir desta segunda-feira, 28 de setembro, quando devem assumir seus cargos os nove suplentes beneficiados com a emenda constitucional promulgada ontem à noite no plenário de Senado, pelo Congresso Nacional, aumentando o número de vereadores em todo o País. O presidente da Casa, Sidlei Alves, se reuniu com os suplentes e está aguardando apenas que eles se apresentem, agora com seus diplomas, para que seja comunicada a posse ao juiz eleitoral José Carlos de Oliveira. Com isso, voltam à Câmara Laudir Munareto (PMDB), Idenor Machado (DEM), Cemar Arnal (PDT), Valter Hora (PPS), Elias Ishy (PT), José Silvestre (PT) e Albino Mendes (PR), e fazem suas estréias Juarez "Amigo do Esporte" (PRB) e Geraldo Sales (PSDC). O presidente da Câmara afirmou que do ponto de vista orçamentário não muda muita coisa, já que a Câmara já vinha contando com essa possibilidade e trabalhando em regime de contensão de despesa. "Apenas pequenos ajustes", disse ele, reafirmando sua disposição de fazer a devolução de verbas prometida à prefeitura ao final deste exercício financeiro. Quanto à composição política será das mais significativas, com o realinhamento de forças e o fim da folgada maioria do prefeito Ari Valdecir. A decisão do Congresso Nacional está sendo contestada pela OAB nacional, que deve questionar sua constitucionalidade junto ao Judiciário, o que não impede a posse, já, dos suplentes.

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial