Notícias

ESTAMOS DE OLHO

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Gasoduto entre Castro e Ponta Grossa custará R$ 83 milhões


Credito: Clebert GustavoCredito: Clebert Gustavo
Segundo o diretor-presidente da Compagas, Luciano Pizzato, instalação da rede de gás até Castro era uma exigência de empresas e um compromisso do governo
Em sua passagem pela cidade de Castro na manhã desta quarta-feira (16), o Governador do Estado do Paraná, Beto Richa, assinou um convênio para a instalação de um gasoduto de 77,7 quilômetros pela Companhia Paranaense de Gás (Compagas), ligando Ponta Grossa a Castro, em um investimento total de R$ 83 milhões. As obras, que irão começar em breve, devem ser concluídas em um ano, levando gás para a Evonik e a Cargill, novas empresas que estão se instalando no novo distrito industrial do município, denominado Tatsuo Yamamoto.
A rede será construída em duas etapas, com a primeira ligando o município de Ponta Grossa a Carambeí, em um total de 22 quilômetros; e a segunda, cuja tubulação irá levar gás até Castro, em um total de 55 quilômetros. O gasoduto, que será construído às margens da PR-151, terá a capacidade de conduzir aproximadamente 300 mil metros cúbicos de gás ao município por dia.
Fonte: JMNews

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial