Notícias

ESTAMOS DE OLHO

sábado, 10 de outubro de 2009

PMDB DO PARANÁ NÃO ACEITA DECISÃO DE CIMA PARA BAIXO DIZ JOÃO ARRUDA

O PMDB do Paraná foi o primeiro a questionar a condução política, tomada pela direção nacional – leia-se Michel Temer e José Sarney – a respeito das alianças e da própria posição do partido nas eleições de 2010. Uma decisão de cima para baixo não vai mobilizar as lideranças estaduais, prefeitos, vereadores e muito menos a militância peemedebista. Decidir – antes de qualquer consulta ampla de todos os diretórios – se o PMDB vai com este ou com aquele partido, sem considerar a candidatura própria à presidência, é jogar pelo ralo o pratrimônio do partido: nove governadores, cinco vice-governadores, 91 deputados federais, 17 senadores, 172 deputados estaduais, 1.201 prefeitos, 910 vice-prefeitos, 8.497 vereadores. Além disso, o PMDB tem diretórios formados em 4.671 municípios, dois milhões de filiados e 15 milhões de simpatizantes. Nesse situação imposta por Temer e Sarney, fará com que as lideranças regionais procurem outros partidos, e não o PT, para as alianças majoritárias. Escrito por João arruda em seu Blog em 10/10/2009

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial